Venha conhecer...

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

A dor com o amor se cura




Na vida existem muitas coisas importantes, mas nenhuma delas é comparável ao amor. Quem ainda não se convenceu disso, pode ficar tranqüilo porque vai se convencer. Não aprendi isso nos livros. Aprendi com a vida. Descobri que amar tem a ver com respeitar a dor dos outros e ter coragem de enxugar suas lágrimas. Entendi que tudo o que as pessoas desejam é alguém que as ame de uma maneira forte e constante. Com aquele tipo de carinho que dispensa palavras. Que não fica criticando o tempo todo, mas que éum braço estendido na hora em que a gente mais precisa. Encontrar alguém assim é uma alegria e põe a gente feliz. Há pessoas que têm o dom de consolar e de levar a beleza por onde elas passam… parece que carregam na boca um pedaço de céu e os seus rostos têm a clareza e o frescor de uma manhã de sol. Não nos enganemos: tornaram-se assim à custa de muitas lágrimas. Formaram-se na escola do sofrimento. São frascos de perfume que mesmo quebrados exalam a mais encantadora fragrância: o amor.

Acho bonito quando os sábios dizem que é pela inteligência e o caráter que a pessoa resplandece as qualidades que tem. Só não consigo concordar inteiramente. Não é que eu seja contra, simplesmente acho que é pouco. Porque o caráter e a inteligência podem impressionar, mas é o amor que damos a alguém que nos faz brilhantes e inesquecíveisem sua vida. Não basta ser inteligente… ter caráter não chega; é preciso amar. Porque o amor torna as pessoas indispensáveis. Se eu amo, eu preciso de você… e isso me faz melhor. Se eu amo, passo a gostar mais da sua voz do que da minha… então, calo para você falar, e ao escutar estarei amando. Por isso, se você quiser acender um sorriso, iluminar um coração ou acordar a esperança em alguém, precisa lembrar de uma coisa: as pessoas se alegram com sua inteligência, apreciam o seu caráter, mas precisam de seu amor. O amor tem o poder de transformar todas as coisas, destrancar todas as portas e curar enfermidades. Só ele faz luzir nossos talentos e resplandecer quem a gente é.


(Trecho do livro: O DOM DAS LÁGRIMAS do autor Márcio Mendes)

Um comentário:

SAL FERNANDES disse...

Sábias palavras.
Nada melhor que o amor para transformar o homem, seja no sentido amplo da palavra, seja no estreito relacionamento entre homem e mulher.Ele busca do fundo da alma tudo de bom que temos, ]que aflora como um jardim de flores campestres nas manhães de primavera.
Parabéns amiga pela linda abordagem.
Sal Fernandes 06/08/2008